Saltar os Menus

Évora

ARQUIVO MUNICIPAL DE ÉVORA

O Arquivo Municipal de Évora surgiu da necessidade que o município sentiu, desde muito cedo, de guardar para futura utilização, os documentos mais importantes relativos à cidade. Estes documentos foram produzidos e recebidos pela Câmara Municipal de Évora e constituem a memória da cidade.

Até 1916 a documentação encontrava-se parcamente acondicionada em sacos e caixões numa sala dos Paços do Concelho, tendo sido debelado de importante parte do espólio documental ao longo dos séculos, fruto de precárias condições de catalogação e manutenção.

No entanto, a Idade Média eborense não se isentou de algumas tentativas de sistematizar a documentação municipal, como comprovam o Primeiro Inventário do Cartório Comarcão de 1392, escrito pelo escrivão João Afonso e o Inventário do Cartório da Câmara de Évora, realizado durante o reinado de D. João III, previsivelmente por Tristão de Souto Maior. Já no século XVIII, o padre José Lopes Mira veio a reunir um inventário informal de alguma documentação municipal que catalogou conjuntamente com documentos dos Cartulários da Catedral e da Torre do Tombo.

 Contudo, é hoje reconhecido o trabalho de Joaquim Heliodoro da Cunha Rivara que, enquanto Diretor da Biblioteca Pública de Évora, levou a cabo nos finais do século XIX um esforço de leitura, transcrição e sistematização da documentação municipal após 1850, distribuindo cronologicamente 19 volumes do atual espólio e organizando cerca de 12.000 documentos. Com Armando Nobre de Gusmão, Diretor da Biblioteca Pública e Arquivo Distrital a partir de 1944, o espólio documental do Município foi transferido para a Casa Forte da Biblioteca Pública, sendo organicamente separado e sistematizado de acordo com as diretrizes da altura. Ficou, por então, protegido e preparado para consulta fácil do público. Esta ação antecedeu o «Inventário dos Antigos Arquivos da Câmara e do Real Celeiro Comum de Évora», realizado por Túlio Espanca em 1949.

Em 1963, é promulgada a separação entre a Biblioteca Pública e o Arquivo Distrital, ação que foi alvo de críticas de Armando Nobre de Gusmão e que levou à delineação de um «Relatório acerca dos inconvenientes da projetada transferência do Arquivo Distrital de Évora» em 1961. Obstante as recomendações do insigne Diretor da BPE, a separação é realizada e o Arquivo Distrital sai das suas instalações nos Lóios, para se instalar em dependências do Colégio do Espírito Santo. O espólio documental do Município acompanha esta transferência, tendo ficado localizado numa das salas das referidas dependências. Em 1982, e por indicação do Presidente da Câmara Municipal de Évora, Abílio Fernandes, é incorporada no acervo nova documentação municipal, que se encontrava nas instalações dos Paços do Concelho. É então atualizado e acrescentado o Inventário de 1949, que manteve incólume a estrutura de inventariação daquela década.

 Em 1997, com o Decreto-Lei n.º 60/97 de 20 de Março, a Biblioteca Pública e Arquivo Distrital foram divididas em duas instituições autónomas, ficando ambas na dependência do Instituto de Arquivos Nacionais/Torre do Tombo. A maior parte do Arquivo Histórico Municipal ficou à guarda do Arquivo Distrital de Évora.

 A documentação do Arquivo Municipal de Évora está acondicionada, fundamentalmente, em dois locais:

ACERVO ARQUIVÍSTICO

INSTRUMENTOS DE PESQUISA

Inventários.

Inventário do Património Cultural Móvel – Concelho de Évora PDF

Recenseamento dos Arquivos Locais: Câmaras Municipais e Misericórdias. Lisboa: Ministério da Cultura; Arquivos Nacionais/Torre do Tombo. Vol. 12 – Distrito de Évora, 2000.

SERVIÇOS

Prestação de serviços de consulta, pesquisa e reprodução de documentos. Seleção, eliminação, transferência e incorporação de documentos. Organização de iniciativas de divulgação do património arquivístico.

REGULAMENTO

Regulamento do Arquivo aprovado a 12 de Novembro de 2003.

ENDEREÇO

Telefone: 266777000 – Ext. 1356

 Morada: Rua de D. Isabel, 7005 Évora

 Email: maria.rosario.martins@cm-evora.pt

 Site: Arquivo Municipal de Évora 

HORÁRIO

Dias úteis das 09:00 às 12:30 e das 14:00 às 17:30.

Encerrado aos Sábados, Domingos e Feriados.

Feriado Municipal: 29 de Junho

Última Actualização: 8 de Setembro de 2017