Saltar os Menus

Montemor-o-Novo

ARQUIVO MUNICIPAL DE MONTEMOR-O-NOVO

O Arquivo Municipal de Montemor-o-Novo é um serviço público que tem por missão recolher, avaliar, organizar, conservar e difundir toda a documentação produzida pelo Município ou proveniente de diversas instituições públicas e privadas, incorporada a titulo de depósito provisório ou definitivo.

O núcleo documental principal do Arquivo Municipal formou-se no fim da Idade Média nos antigos Paços do Concelho, localizados dentro das muralhas, e daí transitou para o Senado municipal, construído no século XVIII no Terreiro do Poço Tapado (hoje largo dos Paços do Concelho). O conjunto documental foi enriquecido no século XIX com a entrada dos fundos das Câmaras de Lavre e Cabrela, extintas com a reforma liberal.

Entretanto, já nos anos 30 do século XX, numerosos e valiosos documentos são furtados e vendidos (entre eles o Foral de Leitura Nova de 1503). Com a reconstrução dos Paços do Concelho, nos anos 60, o Arquivo foi removido para o Cine Teatro Curvo Semedo, perdendo-se uma parte devido às condições de transporte e de acondicionamento a que foi sujeito.

A organização deste património documental a título definitivo realizou-se a partir de 1982, assistindo-se à incorporação de outros acervos, oriundos, inclusivamente, da Misericórdia de Lavre e das Juntas de Freguesia de Cabrela e de Lavre. Incorporou-se, ainda, documentação camarária mais recente.

O Arquivo Histórico Municipal entrou em funcionamento em 1983 nas instalações do Antigo Convento de S. João de Deus, partilhando esse espaço com a Biblioteca Municipal. Em 2008, o Arquivo Municipal, na sequência da assinatura de um acordo entre a Câmara Municipal de Montemor-o-Novo e a Direção-Geral de Arquivos (DGARQ), foi instalado no edifício da antiga Cadeia Civil, entretanto adaptado.

Integrado no Arquivo encontra-se também, desde 1997, o Centro de Documentação e Arquivo da Reforma Agrária (CDARA), constituído por fundos documentais provenientes de antigas unidades coletivas de produção (UCP) agro-pecuárias de todo o Alentejo e Ribatejo. Este conjunto documental, reunido por iniciativa do município e por oferta dos respetivos detentores, destina-se a salvar do desaparecimento arquivos empresariais nos quais poderão ser estudadas as formas de organização, a atividade económica, as relações sociais e outras vertentes do período da história da região em que ocorreu a Reforma Agrária.

Em simultâneo, este espaço dispõe de um Arquivo Fotográfico que trata e acondiciona documentos em suportes especiais, permitindo a salvaguarda da memória visual do concelho.

ACERVO ARQUIVÍSTICO

INSTRUMENTOS DE PESQUISA

Inventários.

SERVIÇOS

O Arquivo Municipal presta os seguintes serviços ao público:

O Arquivo Municipal desenvolve os seguintes serviços técnicos:

No que respeita à promoção do conhecimento do património arquivístico, o Arquivo Municipal dispõe de um serviço cultural e educativo que realiza um conjunto de atividades que visam divulgar e sensibilizar para a importância e salvaguarda do património documental, nomeadamente:

REGULAMENTO

Regulamento aprovado em 20 de fevereiro de 2008.

ENDEREÇO

Telefone: 266898100

Morada: Largo de S. Francisco, 7050-160 Montemor-o-Novo

Email: arquivo_dcdj@cm-montemornovo.pt

Site: Arquivo Municipal de Montemor-o-Novo 

HORÁRIO

Dias úteis das 10:00 às 12:30 e das 15:00 às 18:00.

Encerrado aos Sábados, Domingos e Feriados.

Feriado Municipal: 8 de março

Última Actualização: 19 de Julho de 2017