Saltar os Menus

Misericórdias

As Santas Casas de Misericórdia são irmandades cristãs que têm como missão o cumprimento de 7 obras espirituais (ensinar os simples, dar bons conselhos, castigar os que erram, consolar os tristes, perdoar as ofensas, sofrer com paciência, orar pelos vivos e pelos mortos) e de 7 obras corporais (visitar os enfermos e os presos, remir os cativos, vestir os nus, dar de comer aos famintos e de beber aos sedentos, abrigar os viajantes e enterrar os mortos).

A primeira foi fundada em 1498 pela rainha D. Leonor em Lisboa. Em poucas décadas surgiram dezenas de irmandades no Reino, várias delas no atual Distrito de Évora, e no Império Ultramarino.

Como resultado da atividade das Misericórdias produziram-se arquivos que, em muitos casos, são a principal fonte para a história de uma determinada localidade.

Abaixo disponibilizam-se os levantamentos do Inventário do Património Cultural Móvel havendo, no entanto, Misericórdias que já possuem inventários mais atualizados e detalhados.

Misericórdia Inventário do Arquivo*
Alandroal PDF
Alcáçovas PDF
Arraiolos PDF
Borba PDF
Cabeção PDF
Cabrela PDF
Estremoz PDF
Évora PDF
Évora-Monte PDF
Juromenha PDF
Lavre PDF
Monsaraz PDF
Montemor-o-Novo PDF
Mora PDF
Mourão PDF
Portel PDF
Redondo PDF
Terena PDF
Veiros PDF
Viana do Alentejo PDF
 Vila Viçosa PDF
 Vimieiro  PDF

* Os ficheiros PDF disponibilizados correspondem ao Inventário do Património Cultural Móvel (Recenseamento dos Arquivos Locais: Câmaras Municipais e Misericórdias. Lisboa: Ministério da Cultura; Arquivos Nacionais/Torre do Tombo. Vol. 12 – Distrito de Évora, 2000).

Última Actualização: 12 de Setembro de 2017