Saltar os Menus

Notícias

7 de Maio de 2014

Documento do mês – Maio

Neste mês a escolha do documento recaiu no testamento de uma escrava, salientando-se o facto de não ser comum um escravo, no século XVII, deixar testamento.

Auto de contas do testamento nuncupativo* com que faleceu, na vila de Avis, Maria Leoa, escrava de António das Neves Brandão

Fez testamento a 28 de Junho de 1629, encontrava-se doente mas no seu perfeito juízo. Pediu que se dissessem 6 missas pela alma dos pais, 4 missas pela sua alma e que o remanescente da sua terça ficasse para os seus filhos Sebastião e Filipe, escravos cativos do seu dono, o qual nomeou seu testamenteiro.

As testemunhas que estavam presentes na aprovação do mesmo foram Ana Brandão mulher do testamenteiro, Brites da Mata mulher de António Fernandes, cozinheiro, Maria Rodrigues moça solteira filha de Simão da Mata, serralheiro, Maria Duarte mulher de Pedro Fernandes, que estava ausente, Ana Lopes mulher de Diogo Dias, trabalhador, e Felipe Martins, tecelão de pano de cor.

As testemunhas foram inquiridas sobre a veracidade do testamento após o testamenteiro ter pedido redução das disposições constantes no mesmo, referindo a existência de um menor, filho da escrava, chamado Bento, que se encontrava ausente e homiziado, e que, segundo o testamenteiro, seria o parente mais próximo e herdeiro da mesma. Consta a resposta do curador dos órfãos, o licenciado Manuel da Silva, em que dá deferimento para que se cumpram as disposições de Maria Leoa.

O testamenteiro mandou rezar missa pela alma da testadora e pela alma dos pais da mesma. Quanto ao remanescente da terça, que importava em 9 mil réis, alegou que a mesma lhe pertencia porque os filhos da escrava eram seus escravos.

O provedor das Comarcas de Évora e Estremoz, João Lobato de Abreu, julgou por cumpridos os legados e concedeu quitação ao testamenteiro.

* Testamento feito oralmente/por palavra.

Referência: PT/ADEVR/AC/PCEVR/F-A/005/00001

Cota: Fundo da Provedoria das Comarcas de Évora e Estremoz, Secção: F/Legados Pios, Subsecção: A/Testamentos, Série 005-Avis, Cx: 1, nº 1

PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0001 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0002 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0003 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0004 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0005 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0006 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0007 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0008 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0009 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0010 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0011 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0012 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0014 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0014 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0015 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0016 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0017 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0018 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0019 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0020 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0021 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0022 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0022 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0024 PT-ADEVR-AC-PCEVR-F-A-005-00001-0025

Esta notícia foi publicada em 7 de Maio de 2014 e foi arquivada em: Documento do mês.

Comente esta notícia