Saltar os Menus

Notícias

10 de Janeiro de 2018

Documento do mês de janeiro de 2018

No mês de janeiro destacamos mais documentação que se encontra na exposição  “Resistência, Revolução e Democracia: Contributos para o estudo do Marxismo no distrito de Évora” patente no Arquivo Distrital de Évora até 30 de abril de 2018.

No contexto da intimidação a que estavam sujeitos os partidos e as entidades sindicais adversas ao regime do Estado Novo, destacamos um processo do Governo Civil de Évora.

O governador civil de Évora, possivelmente através de denúncia, teve conhecimento de que o Sindicato Nacional do Pessoal da Indústria de Lanifícios do Distrito de Lisboa se preparava para efetuar um comício político no Castelo de Arraiolos, no dia 7 de abril de 1974, para discutir, entre outros assuntos, a reivindicação de melhores salários.

No dia 3 de abril de 1974, como medida de precaução, manda que o secretário do Governo Civil efetue uma informação para enviar ao Ministro das Corporações e Segurança Social, evidenciando e enaltecendo o valor artesanal dos tapetes de Arraiolos, para que fosse possível estabelecer um acordo coletivo de trabalho que defendesse os direitos das operárias e das empresas da indústria de lanifícios. Refere que o assunto não estava a ser devidamente tratado pelo delegado do Instituto Nacional do Trabalho e Providência, o que tinha estado na origem das incursões por parte dos dirigentes sindicais de Lisboa junto da população de Arraiolos, distribuindo panfletos e procurando desestabilizar o ambiente.

No dia 5 de abril de 1974 envia um ofício confidencial para as autoridades policiais competentes informando que os dirigentes do Sindicato Nacional do Pessoal da Indústria de Lanifícios do Distrito de Lisboa iam organizar uma excursão a Vila Viçosa no dia 7 de abril e que no regresso pretendiam reunir-se no Castelo de Arraiolos para um Comício Politico. Como o comício não estava autorizado solicita às autoridades que não permitam a entrada dos autocarros na vila no dia 7 de abril e remete-lhes o panfleto do Sindicato Nacional do Pessoal da Indústria de Lanifícios do Distrito de Lisboa que foi distribuído nas ruas de Arraiolos. Estes acontecimentos tiveram lugar poucos dias antes da Revolução que devolveria a Liberdade ao Povo Português.

Cota: SGMAI, GCEVR, cx. 487, Letra A, nº 17, proc. 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta notícia foi publicada em 10 de Janeiro de 2018 e foi arquivada em: Documento do mês.

Comente esta notícia