Saltar os Menus

Notícias

2 de Setembro de 2018

Documento do mês de setembro de 2018

No mês de setembro destacamos documentos relativos a obras efetuadas nas fortificações da cidade de Évora.

Escolhemos alguns mapas de despesas com o pagamento dos salários dos trabalhadores civis e militares, estes últimos pertencentes ao Batalhão Provisório de Infantaria de Évora, que trabalharam nas obras para a defesa da cidade. As obras ocorreram na Porta do Rossio, na Porta de Avis e na Porta da Lagoa, entre os dias 6 e 9 de setembro de 1837, envolvendo mais de 100 trabalhadores.

No caso dos trabalhadores civis constam nas relações: os nomes, os ofícios, o número de dias que trabalharam na obra, o vencimento diário e o total referente aos dias de trabalho. No caso dos trabalhadores militares constam, também, as companhias a que pertenciam, o número e os postos que ocupavam nas mesmas e o trabalho que efetuaram nas obras.

As declarações das despesas foram efetuadas e conferidas por Joaquim Miguel de Andrade, Governador do Quartel Militar de Évora, e pelos encarregados dos trabalhos, Jerónimo Joaquim Carrasquinho e outro que assinava Rolando.

O Governador Militar encarregou o porta-bandeira e alferes do Batalhão da Guarda Municipal de Évora, Manuel Maria Pereira Lobato, de receber o dinheiro para pagar aos operários.

 

 

 

 

 

 

 

Cota: Governo Civil de Évora, Gestão de Recursos Financeiros, Contabilidade, Receitas e despesas, Cx. 33, doc. 6

Esta notícia foi publicada em 2 de Setembro de 2018 e foi arquivada em: Documento do mês, Documento em destaque.

Arquivo Distrital de Évora