Saltar os Menus

Notícias

4 de Novembro de 2019

Documento do mês de novembro de 2019

Num momento em que, finalmente, se discute a necessidade de erradicar a pobreza em Portugal, o Arquivo Distrital de Évora destaca como documento do mês de novembro a relação das esmolas que foram distribuídas, em novembro de 1860, pelos pobres da freguesia de São Pedro da cidade de Évora, em virtude dos donativos concedidos por D. Pedro V.

Na primeira metade do século XIX Portugal atravessou uma grave crise económica e social. A miséria assolou o País. As Invasões Francesas e a Guerra Civil entre liberais e absolutistas deixaram-nos de joelhos. Mas este quadro não ficou por aí. No início da segunda metade do século a cólera e a febre amarela contribuíram para o prolongamento do estado geral de empobrecimento.

Esta dura realidade levou os poderes públicos a olhar para a assistência pública como uma das políticas prioritárias para o desenvolvimento da sociedade. Dom Pedro V, apesar de ser um soberano jovem, foi um dos impulsionadores mais entusiastas das medidas da assistência pública.

Junto das comunidades ouvia o povo e inteirava-se dos seus problemas. Em conjunto com a sua mulher, D. Estefânia, criou hospitais públicos e instituições de caridade, concedendo também subsídios aos mais desfavorecidos. Ambos morreram jovens e sem descendência. O seu reinado como casal foi curto, mas permaneceram na memória popular como monarcas preocupados com o bem-estar dos mais pobres, dos doentes e dos desamparados.

Cota: Governo Civil de Évora, Fundo Geral de Assistência Eborense, liv. 849 (cota provisória)

Esta notícia foi publicada em 4 de Novembro de 2019 e foi arquivada em: Documento do mês, Documento em destaque.

Arquivo Distrital de Évora